Boas vindas ao Portal Grabois, conheça nossa marca
O que você está procurando?

Diretoria da FMG-AL toma posse

6 de dezembro de 2023

A  seção alagoana da Fundação Mauricio Grabois será presidida pelo prof. Carlos Müller.

Por Carlos Muller

Na sexta-feira, dia 24 de novembro, no Complexo do Teatro Deodoro, tomou posse a diretoria da seção alagoana da Fundação Maurício Grabois.

Na abertura dos trabalhos, o presidente da seção estadual prof. Dr. Carlos Eduardo Müller destacou as tarefas da fundação no trato de questões que viabilizem o desenvolvimento do estado e do país e a melhoria da qualidade de vida do povo alagoano, bem como a necessidade de cuidar mais e melhor da formação política da militância do PCdoB, e de ativistas progressistas e de esquerda, para enfrentar a nova quadra histórica que o país vive.

Na ocasião, lembramos aos presentes o belo depoimento que deu o nosso magnífico escritor Jorge Amado, quem militou à época de Maurício Grabois:

“Entre os muitos dirigentes comunistas com quem tratei durante meus anos de Partido, Maurício Grabois foi um dos daqueles a quem me liguei por laços mais profundos do que os da luta política, da militância. Além de companheiros, fomos amigos. (…)De Maurício, podia-se divergir sem receio de ofender a disciplina partidária. O culto à personalidade, tão ao gosto da época, ele não o praticava ao menos no que se referia a sua própria figura: membro da Comissão Executiva era, no trato, o igual de qualquer modesto militante. (…)Outra era a capacidade de duvidar, de querer saber de fato, tirar a limpo, num tempo em que a dúvida não era permitida, era malvista, quase sinônimo de falta de firmeza, senão de coisa pior”.[1]

O Diretor nacional de estudos e pesquisas da FMG Dr. Aloísio Sérgio Barroso apresentou os desafios econômicos e políticos que serão necessários para o 3º Governo Lula superar na conjuntura nacional. Barroso ressaltou a importância da seção alagoana em reavivar, especialmente, os grandes debates sobre os desafios do estado e a questão nacional, também em atentarmos para a situação de enorme tensão internacional, hoje repleta de conflitos e guerras.

A primeira atividade da FMG – AL contou ainda com a palestra do Dr. Cícero Péricles de Carvalho, economista alagoano e professor da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), que expôs os avanços obtidos por Alagoas com o desenvolvimento de políticas públicas nas últimas décadas, mas também demonstrou as defasagens do estado em comparação com as médias nacionais, assim como as grandes desigualdades persistentes e manifestas nas altas taxas de analfabetismo e na elevada concentração de renda.

A  seção alagoana da FMG, além de presidida pelo prof. Carlos Müller, militante do PCdoB há mais de 30 anos e diretor da Associação dos Docentes da UFAL (ADUFAL), tem o professor Émerson Mamede Ferreira como Secretário Geral; a advogada Andrea Carvalho Alfama na Diretoria Administrativa e Financeira; a professora Me. Maria Alba Correia da Silva, fundadora da Associação dos Professores de Alagoas (APAL) – associação que originou o Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (SINTEAL) – e ex-presidenta da ADUFAL, na Diretoria de Formação; Ênio Lins, ex-vereador de Maceió e ex-secretário de Estado em Alagoas, na Diretoria de Cultura; a advogada Ângela Maria Stemler Reis, ex-secretária de Estado em Alagoas, na Diretoria de Comunicação e Publicações; o Dr. Osvaldo Viégas, professor do Instituto de Ciências Biológicas da UFAL e ex-Secretário de Estado, na Diretoria de Temas Ecológicos e Ambientais; a professora Dra. Leonéa Vitoria Santiago, ex-diretora do Instituto de Ed. Física da UFAL, na Diretoria de Políticas Públicas; e Dr. Francisco Pereira de Sousa, professor do Instituto de Ciências Humanas da UFAL, na Diretoria de Estudos e Pesquisa.

Nota:

[1] Ver a manifestação de Amado aqui: https://dev.grabois.org.br/2012/09/29/memria-de-maurcio-grabois/

Tags